Seu browser não tem suporte a javascript!

Diário do Observatório


  • Dia 20 de abril, sexta-feira

    Na última semana, bandidos da Maré já roubaram 6 milhões de reais em celulares. Além do roubo de aparelhos Samsung no Aeroporto Internacional do Galeão, outro roubo de iPhones foi realizado por homens, fortemente armados de fuzis, na Zona Norte do Rio. O Sindicato das Empresas de Transporte lamentou publicamente a perda do material. 

    A Polícia Civil está monitorando a venda de aparelhos que vem sendo oferecida em sites de internet e até mesmo por camelôs. Segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), são três celulares roubados por hora. 

    Documento entregue ao Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro mostra que dos 159 presos na festa de uma milícia na Zona Oeste, apenas 20 são alvos de investigação. A informação também já foi encaminhada ao Superior Tribunal de Justiça. 

    Observou-se insegurança e violência fortes na Tijuca e em Santa Teresa. Na Tijuca, a cada quatro horas houve uma tentativa ou um assalto a pedestre. Todos os dias pelo menos um estabelecimento comercial foi roubado. Uma mulher, de 59 anos, foi morta em uma tentativa de assalto no bairro. Ela levou um tiro mortal no peito. No mesmo episódio, um funcionário da loja também foi baleado. Nessa semana, o bairro foi alvo de vários ataques. Um bandido usando roupa de gari assaltou uma loja de departamentos e um tiroteio no Morro dos Macacos, também na região da grande Tijuca, assustou bastante os moradores.

    A polícia prendeu o chefe do tráfico da favela do Borel. Conhecido como Severo, foi preso pelo Departamento de Polícia Especializada. Segundo informações da polícia, ele é o homem de confiança de um dos bandidos mais perigosos do Rio, que é o Isaías do Borel.

    Durante a manhã de ontem, a Polícia Civil realizou operação contra milícias na Zona Oeste e na Baixada Fluminense. Foram 22 mandados de prisão e 29 de busca e apreensão em várias localidades como Santa Cruz, KM 32 em Nova Iguaçu, Cabuçu e Aliança.

    Um policial foi baleado num tiroteio perto da Vila Kennedy. Em Niterói, agentes do programa Niterói Presente prenderam o chefe do tráfico do Morro do Estado. Havia mandado de prisão por inúmeros roubos praticados na cidade. O Morro do Estado se localiza no centro de Niterói e hoje é um dos grandes problemas da cidade. Ainda em Niterói um motorista da Uber foi morto ao entrar na comunidade Palmeira. Foi baleado por traficantes. 

    Na cidade de São Gonçalo, um estudante foi baleado a caminho do colégio. O tiro foi disparado em confronto entre traficantes rivais. Em Santa Teresa, uma mulher foi baleada no Morro da Fallet. O tiroteio atingiu também as comunidades da Coroa e do Fogueteiro. A violência nas comunidades de Santa Teresa tem sido muito intensa.

    Ontem em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense, a Polícia prendeu 13 acusados de pertencer às milícias. Foi uma semana de muita insegurança. 

    Até segunda,

    Equipe do Olerj


Mais diários

Notícias



Mais notícias

Agenda



Mais eventos