Seu browser não tem suporte a javascript!

Diário do Observatório


  • Dia 19 de outubro, sexta-feira

    Morre agente infiltrado que investigou delegados

    O corregedor da Polícia Civil, delegado Gilson Emiliano Soares, informou que um agente infiltrado na 53ª DP para colaborar com as investigações que levaram à prisão de sete policiais nesta quinta-feira foi assassinado com tiros de fuzil na capital, no fim do ano passado. Apesar de ressaltar que ainda não há indícios de vinculação do assassinato com as investigações da Corregedoria, Gilson Emiliano não descarta a possibilidade e aguarda a apuração pela Delegacia de Homicídios da capital.

    Fonte: O Globo / Extra (18/10)

    Gabinete de Intervenção entrega 700 novas armas para segurança do Rio

    O Gabinete de Intervenção Federal entregou na manhã desta quinta-feira 700 novas armas para as Forças de Segurança do Rio. Foram compradas 200 carabinas calibre 12, para a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap), e 500 fuzis 5.56, para a Polícia Militar. O arsenal custou cerca de R$ 780 mil. De acordo com o porta-voz do Gabinete de Intervenção Federal, coronel Carlos Cinelli, os fuzis estão armazenados no Batalhão de Guardas do Exército e as carabinas, no Complexo Penitenciário de Gericinó.

    Fonte: O Globo / Extra (18/10)

    Intervenção no Rio tem 80% de aceitação entre mais pobres, diz general

    A significativa melhora nos índices de segurança pública no Rio de Janeiro após a intervenção das Forças Armadas, e a melhora em todos os indicadores de criminalidade no estado demonstram o acerto das medidas implementadas, afirmou hoje (18) o general Braga Netto, comandante militar do Leste e responsável pela intervenção. “Estes resultados beneficiam principalmente a população desassistida do estado, extrato social em que o trabalho [das forças de segurança] alcança os maiores índices de aceitação, hoje da ordem de 80%.”

    Fonte: Agência Brasil (18/10)

    Quatro são presos durante operação das Forças Armadas e da PM

    Quatro pessoas foram presas em dois dias de operação no Complexo do São Carlos, na região central do Rio. A ação começou na quarta-feira e, segundo o Comando Conjunto, não tem data para terminar. Na incursão desta quinta-feira, os militares encontraram uma farda da Guarda Municipal do Rio e apreenderam grande quantidade de drogas, oito carros e sete motos em situação irregular. Participam da ação 1.200 militares das Forças Armadas e 280 policiais militares.

    Fonte: O Globo / Extra (18/10)

    De janeiro a setembro, 285 PMs foram expulsos da corporação

    Em menos de 24 horas, 14 policiais civis e militares foram presos na Baixada Fluminense em duas operações que, apesar de distintas, tinham um mesmo objetivo: acabar com “balcões de negócios” montados dentro de delegacias e batalhões. As operações foram parte de um plano de combate à corrupção nas polícias do Rio, uma das prioridades da intervenção federal. Somente nos últimos três dias, corregedores prenderam 43 policiais militares. E, de janeiro a setembro, 285 PMs foram expulsos, o que corresponde a um aumento de 124% em relação ao mesmo período do ano passado, quando 127 perderam as fardas.

    Fonte: O Globo (18/10)

    Gerente do tráfico da Cidade de Deus é preso em hospital de Caxias

    Uma ação conjunta de policiais militares do 18º BPM (Jacarepaguá) com policiais civis da 59ª DP (Duque de Caxias) prendeu, nesta quinta-feira, Alex Leal da Silva, de 38 anos. Conhecido como Gêmeos, Igualzinho ou 19, ele é tido como um dos gerentes do tráfico de drogas da Cidade de Deus, na Zona Oeste. O traficante foi encontrado internado no Hospital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo, em Caxias, na Baixada Fluminense.

    Fonte: O Dia (19/10)

    Polícia Militar faz operação no Complexo do São Carlos e em Água Santa

    A Polícia Militar realiza, nesta sexta-feira, operações para o combate do tráfico de drogas no Morro do 18, em Água Santa, na Zona Norte, e no Complexo do São Carlos, na região central. De acordo com a PM, a primeira ação envolve agentes do 3º BPM (Méier). Já a segunda é feita por homens do Comando de Operações Especiais (COE).

    Fonte: O Dia (19/10)

    PM faz operações em diversas regiões da capital fluminense e em Niterói

    No conjunto de favelas da Mineira, policiais militares do Batalhão de Choque vasculham ruas do Morro do Zinco. Na Zona Oeste, policiais atuam na comunidade da Vila Kennedy. Há operação também no Morro do Caramujo, em Niterói, Região Metropolitana do Rio, na manhã desta sexta (19). Nas redes sociais, moradores relataram tiros na Cidade de Deus, na Zona Oeste. Policiais do 12° BPM (Niterói) realizam desde o início da manhã desta sexta-feira (19) uma operação policial na Comunidade do Caramujo, na Zona Norte da cidade. A ação tem como objetivo reprimir o tráfico de drogas e o roubo de veículos no município. Até o momento, três motos e um carro foram recuperados.

    Fonte: G1 / O Fluminense (19/10)


Mais diários

Notícias



Mais notícias

Agenda



Mais eventos